Sistema de alimentação para projeto de incentivo nlm

voltar
  • Sistema de alimentação para projeto de incentivo nlm

Trabalho técnico da escola Robert Bosch Zuffenhausen

Sistema de alimentação automatizado

Durante seu curso de formação como técnico em mecânica, o aluno Alik L., de Böblingen, projetou um sistema de alimentação automatizado para a fazenda de jovens em Böblingen.
Ao escolher o tema do seu trabalho de conclusão de curso, o estudante escolheu um assunto da área social. Na fazenda da juventude, em Böblingen, uma sociedade comunitária registrada, as crianças conhecem a vida na fazenda e aprendem a lidar com os animais.
Na fazenda da juventude, todos os animais são alimentados à mão duas vezes por dia. A alimentação dos animais fica a cargo do zelador, de funcionários voluntários ou de crianças que visitam a fazenda regularmente. Tendo em vista a falta de mão de obra, vale a pena introduzir um sistema de alimentação automatizado, facilitando a vida de todos. A introdução de um sistema de alimentação também aumenta a frequência das refeições, estimulando a digestão dos cavalos.
O futuro técnico em mecânica teve de atender a requisitos específicos:
• Eliminar pelo menos 2 refeições
• Financiamento através de doações
• Um abastecimento realizado por crianças
• Sem restrição de espaço para os cavalos nos estábulos
• Baixo nível de ruído
• Livre ajuste da quantidade de ração
Sistema para ração grosseira
O sistema para alimentação grosseira (feno) possui dois compartimentos, que são enchidos manualmente. Isso permite regular a quantidade de ração. Os tempos de alimentação são controlados conforme desejado através de um PLC (comando programado). Quando um compartimento está vazio, isso pode ser visto através de uma janela. As crianças da fazenda e os monitores enchem o sistema o meio-dia. Com o enchimento, são possíveis dois ciclos de alimentação automatizados. Adicionalmente é realizado um ciclo de alimentação manual, ao abastecer o sistema. O feno cai nos chamados alçapões. Assim que é alcançado o tempo de alimentação, o PLCs envia um sinal a um comutador, que abre o alçapão, deixando o feno escorregar para dentro do estábulo. O batente de borracha localizado no alçapão reduz o nível de ruído.
Sistema de ração concentrada
A ração concentrada, os chamados pellets, consiste em grãos integrais prensados. A alimentação automática é feita três vezes ao dia. O sistema possui um reservatório de alimentação com capacidade para 36 kg de pellets, o suficiente para 60 ciclos de alimentação. Uma marcação no visor indica quando o abastecimento é necessário. Os tempos de alimentação podem ser programado de maneira variável através do PLC, sendo a quantidade de ação regulável manualmente, através de um botão rotativo de 3 níveis. Assim, a quantidade de ração pode ser determinada mesmo sem qualquer acesso ao PLC. Quando o tempo de alimentação é alcançado, um motor elétrico é acionado. Ele transporta os pellets até o local de alimentação.
Participação da norelem no projeto:
Pesquisa
Carrinho de compras
Quantidade de artigos: 0
Total: 0,00 
Exibir
Portugal
Mapa do site Imprimir Recomendar Newsletter Top
Copyright © 2016 norelem. Todos os direitos reservados. Telefone +49 (0) 71 45/206-44 até 45 · Fax +49 (0) 71 45/206-83